terça-feira, 27 de outubro de 2009

James Morrison

É verdade, tenho que partilhar que veio cá o meu cantor preferido e eu, como boa fã que sou, fui sozinha vê-lo! O James veio cantar à Sala Apolo, uma sala pequena onde estavam só cerca de 1500 pessoas. Foi muito bom mesmo! Fica aqui só um cheirinho da brutalidade do concerto..

video

sábado, 24 de outubro de 2009

Surpresa?

No fim-de-semana passado, mais precisamente de 16 a 20 de Outubro (isto por causa dos atrasos a postar no blog), tivemos umas visitas muito especiais, o Martim, a Rita e a Inês! No calendário de visitas cá de casa (que por acaso ainda só existe nas nossas cabeças), só estava prevista a visita do Martim, era suposto a vinda delas ser uma surpresa, mas eu com os meus estranhos feelings acabei por me aperceber que elas vinham! De qualquer maneira o excitamento e entusiasmo com a “surpresa” foi o mesmo ou até maior, é mesmo bom receber cá os nossos amigos!
Basicamente, além de termos andado a conhecer Barcelona de uma ponta à outra a pé (desculpem se ficaram podres, mas a maneira mais gira de conhecer é mesmo a andar na rua!), passámos os dias(e noites!) inteiros a rir! Há muito tempo que não me ria assim, mesmo tendo o palhacinho da Bela aqui (que é muito boa companhia, aproveito para frisar!)...

Para isto não se tornar um texto boring, vou só por aqui algumas ideias soltas que me vou lembrando…

- Aquilo que mais ficou marcado em cada uma de nós foi o facto de nos termos apercebido que o Martim sofre de um terrível trauma por não seguido a carreira de modelo fotográfico, é um pouco assustadora a necessidade que o Martim tem de tirar fotografias sozinho!

- Em 4 dias conseguimos ir à porta de 4 discotecas e só entrar em 2 (contando com a H&M, claro) (quem vier cá, depois percebe esta piada!)

- Em 4 dias conseguimos fazer exactamente 82 filmes, dos quais se pode dizer que em pelo menos 96% se consegue mandar uma boa gargalhada. Os outros 4% são os que a Rita decidiu fazer no mercado com camarões e lagostas a mexer (what?)

- O melhor contributo da Inês durante toda a viagem, além do episódio de choro dramático do primeiro dia por causa de dores de barriga, foi ensinar-nos a fazer efeitos de luzes a tirar fotografias. A partir desse momento, deixaram de aparecer pessoas nas nossas fotografias nocturnas, já ninguém queria saber de MNAC’s ou whatever!

- O primeiro comentário que eles fizeram quando nos viram foi que dizer que eu e a Bela estávamos insuportavelmente iguais a falar (ups!), mas depois saíram de cá a falar igual a nós…

- Warning: Nunca comer (sim, literalmente comer) o sumo de Cenoura/Laranja do mercado. É basicamente cenoura ralada com pingas de laranja.

- Warning 2: Quando andar de teleférico nunca olhe para a cabine do lado. Pode ser assustador e impróprio para crianças.

Estas foram assim as primeiras coisas que me vieram à cabeça deste mega dias! Fiquei mesmo contente com esta visita, não podia ter sabido melhor! Muito obrigada aos três por terem vindo!

Um grande beijinho,
Marta

PS – Depois ponho mais filmes e fotografias!

Mais ideias à Jorré.




Um jantar especial de pequenas hamburguesas...

Home made pizza!

video

Pedimos desculpa pelo atraso nos posts do blog. Era suposto isto já estar "publicado" há 10 dias, mas o Jorge Diogo, sim quando nos chateamos com ele é assim que o tratamos, decidiu não escrever no blog como tinha ficado combinado. Então eu achei por bem vir aqui passar-me por "Jorré" e partilhar o fantastico jantar que eles nos proporcionou depois de ter andado a ver receitas no youtube - Home made pizza by Jamie Oliver!

É importante referir que o Jorré passou o dia inteiro no excitamento para que chegasse a hora do jantar e começou a preparar a massa da pizza por volta das 18h. Depois, foi só esperar 2 horas que a massa crescesse e começar a preparar as pizzas. Tinhams poucos ingredientes em casa, mas a imaginação fez com que fizemos 3 pizzas (inclusivé uma calzone!), diga-se de passagem, OPTIMAS!

Aqui estão elas..




O resultado final por conta de imaginação de cada um.. Isto foi só para dar um cheirinho!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Rotina familiar

Erasmus é muito giro, sair à noite e ir para bares é muito divertido, mas ninguém dispensa um bom filme. Sendo assim fizémo-nos sócios do club de vídeo aqui ao pé de casa (quando digo que temos tudo ao pé de casa, é mesmo tudo... o club de vídeo, aberto 24h por dia, está a 3 minutos a pé de nossa casa)! Sábado (já sei, uma grande noite, como é que perdemos, sábados são sempre as noites mais giras. Mas visto que começamos a sair à quarta, sábado já estamos cansados!) saímos de casa, para grande revolta do Jorré que quer sempre ir sair mas que não vive sem nós (!!), para nos fazermos sócios do club de vídeo. Mas como precisávamos jantar e temos estado a estudar achámos que primeiro mereciamos um jantar nas tapas! Agarrámos nas bicicletas, descemos até às ramblas e procurámos o Irati, um restaurante de tapas, em que quando chegamos nos dão um prato e as tapas estão todas no balcão. Vamos tirando e guardando os palitos, no fim contam-se os palitos e paga-se. Muy bueno! (Claro que este esquema em Portugal não funcionaria, porque as pessoas iam pagar apenas dois palitos e estranhamente a comida evaporava-se toda!!) Depois viemos para casa e alugámos o "Gran Torino" (grande filme!! Vejam...). No dia a seguir...ups! we did it again!! (para ler no tom da musica da britney spears). Mas só depois de uma grande e longa discussão. A Marta queria um filme de suspense, eu queria um filme romântico daqueles em que se chorasse no fim e o Jorré, como é obvio, queria alguma coisa macabra. Depois de uma hora no club de vídeo a discutir que filme alugaríamos, depois de eu já estar sentada no chão e até a Marta já ter desistido de escolher o filme, o Jorré dá-nos uma facada e aluga o "the grudge". Um suposto filme de terror.
Ontem tivémos dois trabalhos para entregar na autónoma e hoje temos um teste! Vida de erasmus=férias?? Sim, claro, claro...
Beijinhoo!!

sábado, 10 de outubro de 2009

100 m Catalunya

video

Schoenstatt em Valldoreix




Quem não sabia fica a saber que há um Santuário de Nossa Senhora de Schoenstatt aqui em Barcelona. Não é bem no centro, é a 30kms numa terra chamada Valldoreix. E para nossa grande sorte é entre a nossa universidade e Barcelona. Por isso dá perfeitamente para ir lá num instante antes ou depois das aulas.
Na terça-feira nós temos aulas de manhã e depois só temos uma aula às sete e meia. Quando acabámos as aulas , almoçámos, dormimos a siesta deitadas na relva do jardim da autónoma (sim, sim, leram bem... e éramos duas no meio de mil!!!) e depois metemo-nos no comboio. Saíndo em Valldoreix, apanha-se um autocarro, andam-se mais 10 minutos a pé e está-se no Santuário.

Passa-se o portão e tem-se um jardim muito arranjado, o santuário e uma casa de acolhimento bem grandota. O jardim é amoroso...tem flores e relva. Uma imagem de Nossa Senhora de Schoenstatt com um banco de jardim à frente, que está à sombra de uma árvore. Não se ouve muito barulho, só passarinhos, e muito de vez em quando um carro. Valldoreix é uma terrazinha calma. O santúário por fora é todo branco, não tem a hera que o de Lisboa tem. Por dentro, é praticamente igual, mas parece mais amplo....ainda não percebemos porquê. Entrámos e estavam duas irmãs a rezar. Ficámos ali um bocadinho. Senti-me em Lisboa...

Depois fomos bater à porta da casa de acolhimento para dar um oi lol. Recebeu-nos a irmã Maria del Mar, amorosa! Que chamou a outra irmã (são só duas), a irmã Ana Tereza, que apareceu com o ar mais feliz do mundo a dizer muitas vezes "muy bien!!!". Conversámos um bocadinho, explicou-nos que há dois grupos de universitárias, mas que não há muitos jovens ali. Disse-nos para irmos à missa no domingo lá para conhecermos as universitárias e que nós podíamos ir a encontros que organizassem. Disse-nos também que todas as quartas há uma missa para universitários às duas e tal na universidade de barcelona (que é mesmo em barcelona); é uma hora e dia óptimos, porque à quarta só começamos as aulas às seis! Mostrou-se muito disponível para nós! Mostrou-nos mais ou menos a casa e disse para nós estudarmos lá e irmos lá quando quiséssemos, para lancharmos lá quando quisessemos, que tínhamos cola cao e bolos!! Que aquela era a nossa casa! E nós como boas tugas, somos bem capazes de aceitar!!! Depois no meio da conversa disse-nos que conhecia uma Nena de Lisboa das missões. Chegámos à conclusão de que era a Madalena Rocha e Melo, e mais uma vez se confirma que o mundo é um penico!


Foi óptimo termos ido lá, tanto a Marta como eu adorámos!! E é sempre um cheirinho de casa... vamos à missa lá amanhã e penso que vamos tentar ir lá uma vez por semana. Basta querermos!



Um grande beijinho a todos,

Isabel

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O verdadeiro efeito das tapas.

Aquilo não é um bebé. São simplesmente tapas..
(nao há qualquer fotoshop ou falsidade nesta fotografia, é simplesmente a realidade de uma metamorfose que invadiu a Bela)

Strange.

O Jorré hoje passou a tarde inteira a ver receitas no Youtube. E comentou 'Cozinhar é bruutal'

What?

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Do you need House Cleaning?

La Marada Familia it's the right solution!
Pois é, na semana passada decidimos que iria haver um dia de limpezas por semana. Então, todas as quartas feiras uma equipa (rapazes vs raparigas) limpa a casa!
Começámos na semana passada, com a equipa masculina a desempenhar um optimo trabalho. Claro que hoje, quarta-feira, a fantástica equipa feminina "varreu" (literamente no sentido da palavra!) a fraca equipa masculina! hehe
Aqui fica uma pequena reportagem fotográfica..
Antes (so sad :'()...
Working hard...
Resultado final...




Marta a lutar pelo primeiro lugar

video

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Coisas. Barcelona.

- Não existe o conceito Fast Food = Barato. É tudo carissimo, inclusivé o Mac. (Thank God!)

- Os monhés em vez de venderem flores, vendem cervejas de lata Estrella.

- Entra-se grátis em praticamente todas as discotecas até há 2h.

- 87% das pessoas cheiram a cebola/chamuça, na rua.

- É possivel que, do nada, passe por ti um palhaço a andar normalmente.

- Muitos tentam vingar na vida pelas ruas de Barcelona, seja a cantar, a fazer esculturas na areia, a ser uma estatua (mesmo que manhosissima) ou até mesmo a vender as suas proprias roupas com ar velho e gasto (como eu vi duas miudas). É preciso é ser criativo!

- Dúvido constantemente da veracidade do cabelo das pessoas, pois é indescritivel a apresentação de alguns. Parecem mesmo perucas.

- Não há duvida que as espanholas fazem totós/"penteados despenteados" como ninguem.

- A amplitude termica entre a estação de metro e o metro chega a ser quase de 20º (assim já se compreende os altos niveis de gripe A).

- O preço das tapas são o termo de comparação em relação ao que quer que seja, são como que a unidade monetária cá de casa.

- É habitual que para entrar no metro em hora de ponta, seja preciso ganhar balanço e fazer uma entrada como que agressiva para apertar ainda mais um bocadinho as pessoas que já estão praticamente em sardinha enlatada. A verdade é que cabe sempre mais um!

sábado, 3 de outubro de 2009

Bicing!

Finalmente já todos temos Bicing!

Despois de termos vencido todas as burocracias que o Ajuntament de Barcelona criou em torno do Bicing e de muitas idas à policias em vão, conseguimos!

Agora tudo vai ser mais facil, porque como temos uma estação de Bicing colada à porta de nossa casa, e quando eu digo colada, é mesmo a 2 metros, já podemos evitar o bafo inacreditavel do metro..


O Jorré afinal é sensivel.

Concluimos isso pela forma delicada como ele sopra o chá para arrefecer...

video

Não é para todos!!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

We finally found Erasmus! (com muita descrição, mas teve de ser)

Foi no dia 28 de Setembro que a nossa vida mudou e o nosso Erasmus começou a ganhar sentido. É verdade, depois de mais um longo caminho até à faculdade, tivemos finalmente a nossa primeira aula, Gestión de Recursos Humanos.

(Entretanto claro que o Jorré – nome pelo qual eu a Isabel o apelidámos – não aguentou tanta emoção e ficou enjoado, logo não conseguiu ir esta primeira aula.)
Foi muito giro, primeiro porque nos apercebemos que ter aulas em Castellano não é de todo um drama, percebesse tudo lindamente e vai ser uma óptima maneira de evoluirmos no nosso Espanhol. Entretanto, a professora deu-nos logo um caso prático que tivemos que discutir em grupo, eu e a Bela ficámos com uma francesa, dois holandeses e uma espanhola, não imaginam a confusão de línguas que para ali ia, a francesa e a espanhola não percebiam inglês, e os holandeses não percebiam espanhol, então, claro que as boss’s das tugas tiveram que fazer de intérpretes no meio daquela confusão. Acabou por correr tudo bem e acabou por ser divertido!
(como se pode ver pela cara da Isabel..)

À PARTE: Por falar em boss’s, todas as pessoas com quem falamos, seja em inglês ou espanhol, ficam chocadas com a nossa cromisse a falar! (até com o meu inglês!!)


Entretanto, a francesa – a Clarisse – estava ao meu lado e então passámos o resto da aula a conversar, mesmo simpática! Emprestou-me logo uns apontamentos e falou-me de um bar (Pub Ryan’s, onde só vão pessoas da autónoma!) em que no dia seguinte ia haver um festa de Erasmus… Nunca pensámos que neste bar a nossa vida ia mudar ainda mais!

No dia seguinte, voltámos a ter aulas, desta vez Estratégia e depois esperámos ansiosamente que a noite chegasse! Na viagem de comboio, viemos à conversa com a Clarisse e ficámos com o numero dela para a desafiarmos para os nosso programas…

Desafiámos o resto da malta a vir, o João e a malta da outra casa, mas todos tinham aulas cedo. Acabámos por ir só os 3. Quando entrámos no bar foi mesmo “awkward”, pedimos qualquer coisa para beber e depois ficámos… “a hmmm…. E agora!? Como fazer amigos!?”. Fomos à descoberta do resto do bar e às tantas ouvimos uma voz “Are you Erasmus!?” e nós prontamente juntamo-nos a uma mesa cheia de gente! Pessoas de Itália, Alemanha, México, Argentina etc. Acabamos por ficar mais à conversa com um argentino e com um mexicano, os 2 com o seu “q” de estranheza, confesso, mas muito simpáticos!

Entretanto, eles foram-se todos embora e ficámos só com 2 que entretanto chegaram, a Sara (inglesa) e o Pietro (brasileiro um bocado falso que está à 15 dias em Espanha e só fala espanhol e diz que não percebe português… What?). A verdade é que eles eram mesmo simpáticos, principalmente a Sara, ficámos 2 horas a falar com eles sobre mil coisas e a rir às gargalhadas! Descobrimos que a Sara também sofria da nossa síndrome de estar-em-erasmus-e-não-ter-amigos, logo aí percebemos que aquela ia ser a nossa verdadeira primeira amiga, então trocámos números/facebook/tudo e combinamos que na noite seguinte íamos combinar qualquer coisa!

E assim foi, no dia seguinte, quarta-feira, havia uma festa de Erasmus brasileira no Opium (discoteca cá tipo BBC) e então eles convidaram-nos para ir a casa deles antes de ir para lá.. Claro que foi um excitamento cá em casa quando recebemos a mensagem da Sara, o Jorré quase chorou de emoção e a Bela apagou 5x uma mensagem antes de lhe responder, suava por todos os lados!

A casa deles é no bairro Born, para quem não sabe, uma zona com ruas muito estreitas e que à noite metem um certo medo! Estávamos um bocado nervosos com o que nos esperava, mas depois foi muito tranquilo, a casa era mesmo à Erasmus, muito diferente da nossa! Tinham uma “sala” que era um quadrado com 2 metros quadrados, com as paredes pintadas de encarnado, uma mini mesa e 7 cadeiras cada uma da sua nacionalidade, teve muita graça! Mas era tudo muito limpo, incluindo a casa de banho, e os quartos deles eram todos normalíssimos. Foi mesmo giro! Conhecemos a amiga da Sara, a Abi, também inglesa e é mesmo simpática. Apesar de, à partida, elas parecerem um bocadinho diferentes, percebemos que são mesmo queridas e que têm imensa coisa a ver connosco! Com a Sara, a Abi e o Pietro também vive o Sebastian, que é uma personagem meio alternativa, mas que também é simpatiquíssimo, adorou o Jorré e até trocaram números, apesar de o Sebastian ter dito que só pedia números a miúdas!

Depois fomos para a festa, que não foi nada de especial, mas ainda deu para rir e dançar um bocado e encontrar algumas pessoas, tipo os nossos coleguinhas holandeses que são mesmo pires e têm umas room-mates japonesas de chorar a rir (de sumts!), claro que vamos já averiguar se elas sabem fazer sushi!

E porque um dia aqui parece uma semana, combinámos ir almoçar no dia seguinte com os nossos novos amigos, mas só a Sara é que conseguiu vir. Almoçámos no MAC (claro!) e depois fomos passear um bocadinho por Barça e comer o crepe que a Bela tanto ansiava! Antes de irmos para as aulas, ainda fomos uma loja com umas maquinas fotográficas todas artísticas das quais a Sara já nos tinha falado, a Bela ficou logo in love e já quer comprar todas!

Agora estamos por casa à espera que elas venham cá a casa ver um filme...


Está a ser bom estar cá, falamos muitas vezes entre nós do valor que damos aos nossos pais e do quão estamos gratos por nos proporcionarem esta oportunidade e por nos insentivarem sempre a aproveitar tudo ao maximo! Muito obrigada!